Notícias

Tocantins lança prêmio para homenagear boas práticas ambientais

19/01/2018 - Camila Mitye e Ana Regina Germano / Governo do Tocantins

A edição de 2018 do Prêmio Mérito Ambiental do Tocantins foi lançada nesta sexta-feira, 19, no gabinete da governadora em exercício, Claudia Lelis. O prêmio foi lançado pelo subsecretário da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Fabio Lelis, e o diretor de Desenvolvimento Sustentável, Jânio Washington.

As inscrições começam na próxima segunda-feira, 22, e seguem até 25 de março, podendo ser feitas virtualmente por meio de web banner que será disponibilizado no site da Semarh (www.semarh.to.gov.br). Podem concorrer trabalhos e projetos que tenham sido desenvolvidos no Estado que estimulem as boas práticas ambientais e colaborem com o desenvolvimento sustentável do Tocantins. Serão selecionados dez vencedores distribuídos em seis categorias que contemplam diversos segmentos, incluindo imprensa, empresas, universidades, escolas, proprietários rurais, entre outros. A cerimônia de premiação será realizada no dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente.

Vencedora da Comenda Jornalismo Ambiental na subcategoria Produção Radiofônica, na 1ª edição do Prêmio Mérito Ambiental, em 2017, a jornalista Isabel Cristina, da 96 FM, lembrou a satisfação de ter seu trabalho reconhecido e convidou todos a participarem neste ano. “Vamos mostrar o nosso trabalho. Convoco os colegas jornalistas, as empresas e as pessoas que realizaram boas práticas no ano passado a inscreverem seus projetos para que sejam conhecidos nesse processo importante de conscientização”, convocou.

Presente no lançamento, a presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins (Sindjor), Alessandra Bacelar, destacou a importância das premiações para a valorização da categoria. “É o reconhecimento do trabalho do jornalista, uma classe profissional que tem um papel fundamental na sociedade e que precisa de iniciativas como essa”, pontuou.

Representando a secretária estadual da Educação, Juventude e Esportes, Wanessa Zavarese Sechim, a professora Joana dos Reis Gomes, diretora de Educação Básica da Seduc, lembrou que a conscientização ambiental já é um tema recorrente nas escolas estaduais do Tocantins. “As escolas já trabalham essas questões por considerar que é por meio da educação que se chega à sociedade, já que as crianças são grandes propagadoras de conhecimento”, disse.

Presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Tocantins (FACIET), o empresário Fabiano do Vale se comprometeu a envolver a classe na premiação, para que inscrevam suas iniciativas, ressaltando que considera o cuidado com o meio ambiente uma “responsabilidade de todos, não só do governo, mas de cada cidadão e de cada empresa que possa ajudar de alguma forma a conservar os recursos naturais, que são de todos”.

“Vamos ter um comitê de julgamento composto por representantes de órgãos como Naturatins, Seduc e Semarh, que, baseado em algumas características, vai identificar quais são as práticas ambientais que merecem destaque”, explicou o subsecretário Fabio Lelis, ressaltando ainda que “esse prêmio vem incentivar a preservação ambiental por considerar sua relevância para o bem comunitário, pela qualidade de vida de todos”.

“Maior que o prêmio em si é o resultado dele, onde quem ganha é a sociedade, por ser uma iniciativa que tem como objetivo conhecer, premiar as pessoas que já executam essas boas práticas sustentáveis, de preservação do meio ambiente e dos recursos hídricos, além de ser uma forma que a gente tem de incentivar cada vez mais as pessoas”, declarou a governadora em exercício Claudia Lelis. “É um prêmio importantíssimo porque vamos cada vez mais conquistar pessoas de toda ordem; estudantes, acadêmicos universitários, instituições públicas, instituições privadas, organizações, prefeituras, e motivar a prática ambiental”, disse.

Em sua fala, Claudia Lelis ressaltou ainda a valorização da pauta ambiental pelo Governo do Tocantins e que a participação nos eventos e reuniões internacionais para tratar questões de natureza climática e ambiental é uma marca da gestão do governador Marcelo Miranda. “O meio ambiente hoje é a bola da vez, é uma pauta que tem preocupado o mundo inteiro, que reúne representantes internacionais há anos para discutir a questão ambiental. Vale ressaltar que o Tocantins tem feito seu dever de casa, tem andado à frente, inclusive foi destaque na COP 23 [Conferências das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas] por ser o estado que mais reduziu o desmatamento entre 2016 e 2017”, destacou Claudia.

Prêmios

Neste ano, além do troféu, os vencedores receberão prêmios de acordo com cada categoria. São eles:

- Comenda Jornalismo Ambiental (dois vencedores nas subcategorias Televisão e Rádio): Tablet;

- Troféu Responsabilidade Ambiental (um vencedor entre empresas, universidades, organizações não governamentais, associações e entidades civis e profissionais da área ambiental): Notebook;

- Comenda Boas Práticas Sustentáveis (dois vencedores entre proprietários rurais, agricultores familiares e associações de produtores): Kit Solar de Bombeamento de Água;

- Troféu Escola de Educação Ambiental (dois vencedores entre escolas públicas e privadas): Composteira Automática;

- Troféu Cidade Sustentável (duas gestões municipais): Kit contendo um computador, uma impressora, um estabilizador, uma mesa, uma cadeira e um aparelho de GPS;

- Troféu Mérito Ambiental (um Comitê de Bacia Hidrográfica): Kit contendo um computador, uma impressora e um estabilizador.

Compartilhe esta notícia