Notícias

Adapec investe em sistema de informação

13/09/2017 - Dinalva Martins/Governo do Tocantins

Com objetivo de dar mais segurança ao Sistema Informatizado de Defesa Agropecuária (Sidato), os profissionais que fazem parte da Comissão de Auditoria Técnica estão participando de um treinamento, que iniciou na terça-feira, 12, e encerra nesta quarta-feira, 13, em Palmas. Na oportunidade, entre os principais temas debatidos estão às atividades que abrangem o planejamento, etapas de atuação e normatização.  A comissão foi criada em julho de 2016, com o principal objetivo de assegurar a certificação sanitária exigida pelas autoridades nacionais e internacionais.

De acordo com o presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins  (Adapec), Humberto Camelo, o sistema deve oferecer confiabilidade e as informações devem ser preservadas, para evitar irregularidades. “A comissão visa certificar-se da integridade da comunicação de dados e do controle, por parte dos servidores que alimentam o sistema, verificando a proteção das informações e a segurança para eficiência no serviço”, ressalta.

O palestrante e diretor do departamento de modernização e tecnologia da informação do Ministério Público Estadual (MPE), Huan Carlos Borges Tavares, disse que a auditoria verifica o passo a passo realizado no sistema para detectar possíveis falhas e ajudar a corrigí-las, para o ideal funcionamento do trabalho. “Cabe à comissão conhecer e entender todo o sistema e redes de operação, estrutura de dados, procurando constantes gargalos para identificação de problemas. Com isso, garantem a segurança das informações”, explicou.

A reunião também contou com palestra da Superintendência Federal da Agricultura (SFA).

Comissão

A comissão foi criada pela Adapec a partir da necessidade de melhorias contínuas no Sidato, colaborando para preservação das informações com idoneidade. Além disso, para apurar o descumprimento das legislações sanitárias ou quaisquer outras orientações emitidas pela Agência, bem como, possíveis irregularidades e inconsistência no manuseio em relação à alimentação de dados.

Palestras

A gerente de avaliação, controle e fiscalização animal da Adapec, Laudicéia Teles, explicou que tem promovido palestras para os servidores que alimentam o sistema informatizado com o objetivo de discutirem as novas funcionalidades do Sidato. “Já estamos realizando um trabalho de conscientização e orientação para que todos tirem suas dúvidas, inclusive sobre o trabalho da comissão. Acreditamos que com todas as questões alinhadas evitaremos possíveis inconsistências e garantiremos a confiabilidade das informações”, pontua.

Compartilhe esta notícia