Notícias

Estado do Tocantins investirá R$ 5 milhões no combate às drogas

16/02/2017 - Governo do Tocantins

A política sobre drogas será intensificada no Tocantins durante este ano de 2017. Esse é o entendimento dos participantes do Encontro Estadual do Colegiado de Presidentes de Conselhos Municipais de Políticas sobre Drogas, promovido nessa quarta-feira, 15, em Palmas, com o apoio da Gerência de Prevenção Sobre Drogas da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju). O objetivo do encontro, que agora será realizado trimestralmente, foi fomentar, unificar e garantir uma maior efetividade das ações da política sobre drogas no Estado.

Este ano, o Fundo Estadual Sobre Drogas conta com recursos da ordem de R$ 5 milhões para promover diversas ações nessa área, com base em um extenso calendário de atividades que foi apresentado aos representantes de conselhos municipais dos municípios de Palmas, Peixe, Gurupi, Miranorte, Natividade, Araguaína e Nova Olinda, presentes no encontro.

O recurso está contemplado no Plano Plurianual (PPA 2017), fruto de emenda parlamentar do deputado Eli Borges, e é infinitamente maior que os R$ 410 mil destinados ao fundo em 2016, o que vai possibilitar realizar seminários, cursos, campanhas, além de apoiar a criação e a implantação de novos conselhos municipais, a elaborar projetos para a realização de concurso de trabalhos acadêmicos, bem como editais para apresentações nas escolas, por meio de teatro e circo, e ainda cursos de captação profissional aos dependentes químicos e até atividades de prevenção em comunidades quilombolas, entre outras coisas.

Pesquisa

Neste momento, está sendo realizada uma pesquisa em 69 municípios tocantinenses pela Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), custeada pela Seciju, que vai traçar o exato perfil dos usuários de drogas no Estado. “Trata-se de uma pesquisa domiciliar, mas também institucional com as entidades que atendem os dependentes, que concluíremos ainda neste primeiro semestre”, explicou José Américo Júnior, gerente Estadual de Políticas sobre Drogas.

Ele apresentou ainda, aos presidentes dos conselhos, o Centro de Atendimento do Núcleo de Atenção ao Dependente Químico (Acolher – Um Recomeço), que será inaugurado em Palmas no próximo mês de março, ofertado pelo Governo do Estado. Além disso, o Conselho Estadual Sobre Drogas já havia credenciado 40 vagas em cinco comunidades terapêuticas, cuja triagem de dependentes voluntários – não é imposta a internação – vem sendo realizada por uma equipe multidisciplinar do Núcleo Acolher, na sede da Seciju, composta por psiquiatra, psicólogo, assistente social e enfermeiro. “Interessados podem nos acionar pelo telefone 3218-6728”, informou Américo Júnior.

Jouse de Sousa Neres, representante da Secretaria de Assistência Social de Miranorte no Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas, saiu do encontro entusiasmada. Segundo ela, no município, a prevenção às drogas é uma bandeira, pois conta com um conselho ativo. “O conselho tem boa procura por usuários. Geralmente isso acontece após alguma campanha que realizamos na cidade. Estamos obtendo bons resultados, principalmente com jovens entre 12 e 17 anos”, comentou.

Pais

Também presente no encontro, a tenente Shirley Rocha Albino, da Polícia Militar, que é vice-presidente do Conselho Municipal Sobre Drogas de Gurupi e coordenadora regional do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), alertou que a participação dos pais na prevenção às drogas ou no tratamento de dependentes é fundamental, como se fosse um dever de casa a ser feito constantemente. Tanto que, na próxima semana, será realizado em Gurupi, na Paróquia Santo Antônio, o curso Proerd para Pais, que tem como foco a família. Cursos esses que serão ofertados também em Peixe e Aliança por meio de parcerias do Proerd com os referidos municípios.

Compartilhe esta notícia