Logística

Com grandes obras estruturantes, o Tocantins possui atrativos que promovem a integração entre os principais eixos de desenvolvimento do País. Aqui, a localização estratégica serve de principal atrativo para grandes empreendedores nacionais e internacionais.

Malha asfáltica

As rodovias pavimentadas e em bom estado de conservação são um dos meios que favorecem o crescimento econômico da região e promovem o desenvolvimento econômico e social do Tocantins. São quase 7 mil km de estradas pavimentadas que interligam os municípios tocantinenses as principais rodovias federais e assim todas as regiões do Brasil. O Estado é cortado por uma das principais rodovias do País, a BR-153, que é um importante corredor para o transporte de cargas.

Ferroviário

Projeto-âncora no eixo Araguaia-Tocantins que atende o mercado interno e aumenta a integração com diversas regiões do País, a Ferrovia Norte-Sul vai contribuir para o crescimento dos projetos agropecuários e agroindustriais nesse eixo. Mais de 700 km, que correspondem ao trecho da FNS entre Palmas (TO) e Açailândia (MA) estão concluídos e em pleno funcionamento.

No Tocantins, a Ferrovia Norte-Sul possui seu maior trecho com cerca de 800 km de trilhos que cortam o Estado. Em busca desta logística, empresas multinacionais e nacionais estão se instalando em torno de seus pátios para distribuição de seus produtos. A redução de custos e a rapidez do transporte de cargas são outros atrativos que os grandes empresários buscam.

O Tocantins conta com seis plataformas multimodais da FNS: Aguiarnópolis, Araguaína, Colinas, Guaraí, Palmas e Gurupi. Cada pátio já está dividido em lotes e muitos deles já tiveram licitação aberta. Empresas nacionais e multinacionais estão instaladas nestes pátios e geram emprego e renda para a região.

Aeroviário

O Aeroporto Lysias Rodrigues, em Palmas, possui o maior sítio aeroportuário do País, com 2.374 hectares, ou 23 milhões de m². As instalações somam área construída de 12,3 milhões de m², com praça de alimentação para 200 pessoas, espaço cultural, 25 lojas no conceito de aeroshopping, 12 balcões de check-in, terraço panorâmico, em um ambiente inteiramente climatizado, com capacidade para atender até 370 mil passageiros por ano. 

O local conta com completa infraestrutura que inclui torre de controle e instalações para o grupamento de navegação aérea; seção contra incêndio; com abrigo para viaturas; refeitório e salas de treinamento; dois terminais de combustíveis para abastecimento de aeronaves; portão com controle de acesso eletrônico, guaritas, estacionamento e edificações de proteção ao voo, além de um acesso viário de mais de 4 km que liga o aeroporto à principal avenida de Palmas.

As dimensões da pista de pouso são de 45 m x 2.500 m com capacidade para operar aeronaves do porte do Boeing 767. O aeroporto tem dois 02 pátios, um para aviação regular e outro para aviação geral, que possuem juntos 41.360 m², áreas para instalação de PAA, hangares e áreas terminais da carga e manutenção das empresas aéreas.

Terminal de Cargas

O Terminal de Logística de Cargas (Teca), do Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues irá operar com a movimentação de carga nacional, com possibilidade de expandir as operações para importação e exportação. A previsão de investimento é de R$ 3,5 milhões para a construção de uma área de armazenamento de cargas de 500 m², além de espaço para instalações administrativas.

Ao todo, o terminal de cargas do aeroporto de Palmas contará com mais de 1.400 m² de área, com espaço para movimentação e recebimento de cargas; docagem, pátio externo, guarda valores, área de entrega e liberação de mercadorias. A previsão é que as obras sejam concluídas ainda este ano e a expectativa é de que quando estiver em pleno funcionamento terá capacidade de movimentar até 15 toneladas de produtos ao mês.

Hidroviário

O Governo do Tocantins é o principal apoiador da implantação do Ecoporto de Praia Norte, um dos mais importantes empreendimentos para a infraestrutura logística do Tocantins e de integração nas regiões Centro-Oeste, Norte e Sudeste. O porto colocará a região norte do Tocantins na rota de três dos principais portos do Brasil: o de Manaus (AM) de Belém (PA) e o de Itaqui (MA). 

Instalado às margens do rio Tocantins, na cidade de Praia Norte, a 619 km de Palmas, o Ecoporto será uma rota alternativa de saída rumo ao Atlântico. O projeto prevê a construção de píeres para embarque e desembarque de produtos, galpões, acessos, trevos, pátios, controle de fiscalização, infraestrutura de alimentação, saúde, guindastes, asfaltamentos dos pátios e instalação da rede de iluminação, com investimento inicial de R$ 30 milhões.

O Ecoporto é de iniciativa privada e recebeu contrapartida financeira do Governo do Estado, pois além de importante instrumento de escoamento de produção e logística, o Ecoporto vai fomentar a economia da região do extremo norte do Estado com oferta de empregos e a demanda por serviços. Sua instalação vai aquecer também as microempresas e empresas de pequeno porte como os restaurantes, hotéis e comércio em geral.

Hidrovia Araguaia Tocantins

O projeto da hidrovia Araguaia-Tocantins data dos fins da década de 1960, tendo sido retomado a partir dos anos 80, com o objetivo de programar a navegação comercial na bacia do Tocantins-Araguaia, em trechos já navegáveis durante boa parte do ano. A hidrovia faz parte de um projeto maior que pretende oferecer flexibilidade para a navegação no interior do Brasil, ao promover a integração entre as bacias do Paraguai, Tocantins e Amazonas, por meio dos rios Araguaia, Tocantins, São Francisco, Paraná, Guaporé e Madeira.

A hidrovia está sendo preparada para ser navegada nos seguintes trechos: no Rio das Mortes (afluente da margem esquerda do Araguaia), desde a cidade mato-grossense de Nova Xavantina até a confluência desse Rio com o Araguaia, numa extensão de 580 km; no Rio Araguaia, desde a cidade goiana de Aruanã até a cidade tocantinense de Xambioá, numa extensão de 1.230 km; no Rio Tocantins, desde a cidade tocantinense de Miracema do Tocantins até porto a ser construído no município maranhense Porto Franco.

Links